Chanel


A estilista francesa Coco Chanel, nascida em 1883, foi a responsável por revolucionar o guarda-roupa das mulheres, trazendo calçados femininos e roupas inovadoras. Inaugurou sua primeira loja em 1909, onde a designer criava e vendia chapéus para mulheres da alta sociedade. A primeira loja de roupas nasceu no ano de 1913, causando uma revolução no mundo da moda.

Chanel aboliu os excessos do New Look e criou trajes minimalistas, com inspirações masculinas, muitas listras no melhor estilo marinheiro, tailleurs feitos de tweed (sensação até os dias de hoje), sapatos bicolores, peças práticas como bolsas com alça longa e o famoso vestido pretinho básico, e ornamentava suas roupas com longos colares de pérola, uma de suas marcas registradas da época.

Outro ícone grandioso da marca é a fragrância Chanel n° 5, que bateu recorde de vendas após a diva Marilyn Monroe declarar que usava apenas uma gota do perfume para dormir, causando frisson entre os homens e mulheres. Dentre os inúmeros ícones da marca, há um grande destaque para os calçados femininos que surgiram inicialmente bicolores (em tons de preto e branco) e com a famosa logo, dois “C’s” entrelaçados, aplicado nas peças.

 

Publicidade - LAMG

 

A luxuosa Chanel ainda mantém esse clássico da moda, que agora se mistura aos diversos scarpins, peep toes, botas, sandálias e pumps da marca, todos desejados pelas famosas e it girls do mundo inteiro. Os calçados femininos são produzidos com uma imensa variedade de materiais e modelos, alguns mais clássicos, outros mais modernos e ousados, que mais parecem obras de arte.

Lançando tendências, a Chanel sempre busca inovações na cartela de cores de seus sapatos, além de manter a mistura que fez a marca famosa: o preto e o branco. Com detalhes irreverentes, apliques, texturas e acabamento exímio, os calçados femininos e as outras peças da grife podem ser encontrados em uma das mais de 200 lojas espalhadas por mais de 100 países (inclusive no Brasil) ou então você pode adquirir sua peça dos sonhos através da internet, nos inúmeros sites de e-commerce espalhados pela rede.

 

Comments on this entry are closed.